Mesmo que o seu produto seja originário (ou seja, que o seu produto seja inteiramente obtido ou objeto de operações de transformação suficientes tendo em conta os elementos especificados na secção «mercadorias inteiramente obtidas/objeto de operações de transformação suficientes», na secção «Operações mínimas», na secção «Acumulação» e na secção «Regra da tolerância ou «de minimis», será na mesma necessário verificar se o produto foi enviado do país beneficiário/parceiro e deu entrada na UE sem ter sido manipulado num país terceiro, além das operações necessárias destinadas a assegurar a sua conservação.

É necessário verificar as condições específicas nesta matéria, bem como a documentação comprovativa de que esta regra, contida no conjunto relevante de regras de origem, se encontra satisfeita.