Notícias:

O Camboja perde o acesso ao mercado da UE, com isenção de direitos, em relação às preocupações em matéria de direitos humanos

A partir de hoje, 12 de agosto, alguns dos produtos de exportação típicos do Camboja, como o vestuário, o calçado e as mercadorias de viagem, estão sujeitos aos direitos aduaneiros da União Europeia. A decisão da UE de retirar parcialmente o acesso ao mercado da UE com isenção de direitos e de contingentes ao Camboja é agora eficaz.

Ler mais

Partilhar esta página:

Ligações rápidas